Saúde

Um direito constitucional

PRIMEIRO PORTUGAL

O que propomos

Acesso tendencialmente gratuíto

O estado deve garantir o acesso à saúde a todos os portugueses independentemente dos seus rendimentos ou do sítio onde vivem.

Tempos de espera mais curtos

O estado deve investir nas infraestruturas, contratar mais profissionais e ter uma melhor gestão dos recursos para garantir um atendimento mais efeciente.

Mais prevenção

O estado deve alterar o paradigma da saúde para termos um real sistema nacional de saúde e não um sistema nacial de doença.

NÚMEROS NA SAÚDE

Situação atual

Saúde para todos

O Estado deve garantir o acesso aos serviços de saúde de forma tendencialmente gratuíta a todos os portugueses independentemente do sítio onde vivem e dos rendimentos que tem. Esta premissa foi uma das conquistas do 25 de Abril de 1974 que, com convicção iremos defender.
Queremos uma reforma estrutural do sistema de saúde com o único objectivo: cumprir com a constituição.

Tem ideias para Portugal?

Agora pode participar na construção das respostas às grandes questões de Portugal.

Quero participarSaber mais